14 outubro 2012

Resenha: O trio de Alane S. A. Brito

Sinopse - “Davi ainda precisou de uns instantes para organizar mentalmente o enredo da história... De fato, para ele mesmo, seria muito bom expor suas lembranças e assim, após tantos anos, alguém mais saberia quão especial ele considerava ter sido a sua infância..." Davi achava que seus piores problemas seriam dividir o forte sentimento que ele e seus dois amigos, Nelson e Jordan, nutriam pela mesma menina e tentar tornar a conturbada vida de um deles menos sofrida. Até que ao completarem dezoito anos a pequena vila no meio do nada onde moravam é invadida por homens violentos. É quando começa o maior desafio de suas vidas... Davi e Nelson conseguem fugir com mais alguns e, após se deparar com o sofrimento do amigo, Davi sente-se obrigado a retornar ao palco do grande massacre para resgata r Jordan. Para levarem ajuda aos outros sobreviventes que estão aprisionados, os três terão que juntar forças com seus desafetos, a fazer difíceis escolhas, e acabam descobrindo que, no fundo de suas almas, guardam uma grande garra e coragem jamais experimentados por nenhum deles... Existem erros tão graves que jamais possam ser perdoados? Abriria mão de um verdadeiro amor por causa de uma grande amizade? Descubra nessa história que é uma grande lição de amor, amizade e perdão..."

Definitivamente não pude deixar de me surpreender com o livro O Trio pois eu não sou acostumada a ler livros de autores nacionais (achava que tais livros não seriam tão bons quanto os internacionais), o que logo se mostrou um grande erro da minha parte e de certo modo um preconceito. Mas, quando comecei a ler O Trio passei a ter uma nova visão em relação aos nossos queridos autores brasileiros.

Em O Trio, conhecemos pessoas simples, gentis, bondosas e que davam grande valor a integridade e dignidade das pessoas. No livro nos deparamos com os três personagens principais: Davi, Nelson e Jordan. Os três, são amigos desde que se entendem por gente e assim viviam naquele lugar simples, onde não precisavam de muito para serem felizes.
Porém quando os garotos foram ficando adolescentes muitas coisas aconteceram  pondo a prova a amizade entre eles. 

Algo que me chamou bastante atenção foi o fato de dois dos três amigos serem apaixonados pela mesma garota, o que sempre destruiu muitas amizades, mas, aqui a  Alane S. A. Brito nos mostra que a verdadeira amizade nunca morre e que o tempo cura todos os ressentimentos e mágoas.
Também podemos presenciar como a reputação de uma pessoa pode ser destruída de modo que ela nunca volta a ser como antes, nos mostra o quão injusto, maldoso e incompreensível pode ser o ser humano.

Me diverti bastante lendo o livro, fiquei com um pouco de medo do "Morro do Bruxo", durante a leitura presenciei as aventuras dos três com grande expectativa e só posso dizer que me deleitei a cada página que transcorria aqui onde lidamos com desconfianças, intrigas, perdas... Nos identificamos com os personagens e nos envolvemos cada vez mais.

Nesse livro, eu ri, eu chorei, me surpreendi com as reviravoltas do enredo, aprendi a dar valor a vida que tenho e chorei mais ainda quando terminei de ler o livro pois me dei conta do quanto aqueles lindos personagens começaram a fazer parte de mim. Sem dúvida eles vão permanecer na minha memoria por muito, mais muito tempo.

Se eu recomendo? Sim, e recomendo mais ainda se você tem um espirito aventureiro e não perde uma aventura por nada!